A Queda Da Ponte

Eu te amo, menino...eu amo você assim, dentro de mim.
Eu te amo, porra! Não queria amar!
Eu não sei como me sentir...
Eu não me importo!
Eu quero me perder em você
Eu quero me reencontrar, sair deste buraco agustiante
Amar é assim?
Eu amo a reciprocidade
Eu não ligo, só quero te amar, isso é alimento para mim
Sendo bem sincera...
Estou me sentindo um lixo
E não ligo
Mas quando olho para mim mesma assim, me da uma agonia indescritível
E assim, você não gostaria de mim
E... É esse o jeito que encontrei para viver
Droga!
O que você fez comigo?
O culpado de tudo, tudo isso!
O culpado de me fazer ter vida...
Não sei! Será que tenho medo dessa morte?
Talvez o amor seja assim as vezes
Um suicídio.

User Rating: 5 / 5 ( 0 votes )

Other poems of GONÇALVES (55)

Comments (0)

There is no comment submitted by members.