Poem Hunter
Poems
Inverso
CA (10-17-1959 / Brazil)

Inverso

Poem By Carlos Aragao

Que me importa, se sofres,
Teus medos e incertezas,
Se nem te conheco....

De nada me vale tuas penas,
Tua fome, teu desprezo, e tuas feridas,
E tao pouco tua alma perdida.


Num dia santo qualquer,
Numa estacao que nao lembro,
Me cortaram em sulcos,

E com meu sangue,
Se perdeu minha alma,
E a essencia de tudo que fui....

Numa noite qualquer,
Me perdi de mim mesmo,
Um corpo, uma casca,
Um cavaleiro sem lanca,
Desarmado e sem esperanca.

De todas incertezas,
A unica que me resta,
E a de viver sem luz...

Que me importa se vives,
Quando eu ja nao respiro...
Que me importa se sofres,
Quando eu ja nao sinto....

User Rating: 5 / 5 ( 0 votes )

Maya Angelou

Caged Bird

Comments (0)

There is no comment submitted by members.


Comments